Um punhado de terra

charlie-hebdo-banner

Tragam o lápis

desenhos apagam o fuzil

nesse traço Paris

há velha inocência infantil.

Mataram crianças

nas cores de turbantes balões

tingiram esperança

na fronte no meio das canções.

De joelhos na prancheta

numa nuvem expressa

o nanquim alimenta toda sarjeta

em pé e sem pressa.

—-

O amor é grande no alto

Minarete do lado de dentro

oração no vão do asfalto

é coração sem epicentro.

—–

Tragam as telas

vou rabiscar nesse poema

mais flores aquarela

na paz das minhas penas.

– Iatamyra Rocha

Foto2238

Anúncios

Obrigada pela visita e palavras.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s